21 fevereiro 2011

se eu fosse o Ministério da Educação também proibia este cartaz...

...por causa daquela frase:

Sabe mais sobre o Projecto Inclusão em www.rea.pt/inclusao
ou contacta-nos (...)"

"Sabe mais sobre o Projecto"?!

Informa-te sobre o Projecto...
Lê mais sobre o Projecto...
Para mais informações sobre o Projecto Inclusão, consulta...

"Sabe mais" parece tradução automática do inglês para o português. Um nível inaceitável nas escolas. E depois há aquele c do Projecto: o Acordo Ortográfico ainda não foi imposto nas escolas?

***
 
Já o debate, esse, parece-me fundamental. Ou pelo menos a passagem desta informação simples:

Há pessoas assim e pessoas assado. E há pessoas que ainda não sabem bem se são assim ou assado.
Na nossa escola queremos respeitar cada qual como é.
Muitas vezes é a insegurança em relação à minha própria identidade sexual que me leva a humilhar os outros.  


rede-ex-aequo campanha.jpg

7 comentários:

Rita Maria disse...

"Estamos bem com isso" também é "We are ok with it" muito mal traduzido.O Ministério da Educaçao está à frente dos jovens portugueses nos anglicismos...uau!

PS: Vamos à procura da fonte? Onde há fumo...

Helena disse...

Já procurei um bocadinho, mas de facto não me interessa tanto.
Acho pena que as pessoas não se dêem ao trabalho de traduzir realmente.
Em compensação eu tenho pela frente alguns milhares de linhas para traduzir como não desejo a ninguém. E lá vou eu.

Gi disse...

Sabe mais pode ser tradução automática, mas mesmo em inglês ia melhor Learn more do que Know more.

Estamos bem com isso é aterrador.

E isto não tem nada a ver com o Acordo Ortográfico.

Helena disse...

Ou "read more".

Só espero que não tenham imprimido ainda os cartazes. Confesso que "não estou nada bem com isso" de matar árvores para imprimir textos tão fraquinhos...

Mal aproveitado eucalipto.
;-)

A. Castanho disse...

Este cartaz é criticável sob diversos pontos de vista, mais ainda os de conteúdo, do que os de forma, que são bem graves, como já aqui se disse (e ninguém reparou nessa palavra odiosa que é "bullying", ainda por cima escrita em "Português", sem itálico, nem aspas, nem nada! Enfim...


Quanto ao conteúdo, a sensualidade de "cabaret-da-coxa" da péssima fotografia é apenas o lado mais notório da mentecapta mente que concebeu esta enormidade ceifadora de árvores, mas ainda há pior, quanto a mim. Só as meninas é que "estão bem" com o lesbianismo? Os meninos já não? Que pobreza de espírito...


Acho muito bem que o Ministério não tenha dado um cêntimo para este peditório. Não é desta forma preconceituosa, incompetente e profundamente estúpida que se combatem a estupidez, os preconceitos e a natural "incompetência emocional" dos mais novos! Eles merecem muito mais do que esta miséria.


Alguém que grite aos autores desta fantochada que o seu rei vai nu...

Conde de Oeiras e Mq de Pombal disse...

Proposta:

http://qnospariu.blogspot.com/

Alien disse...

Isto faz-me lembrar os Gato Fedorento e o "Assim temos sarilhing!"