25 novembro 2012

o FIB e o Fox

Entalado entre duas pernas da minha cadeira, o Fox enrola-se a dormir. Estico a mão, faço-lhe uma festinha. Ele espreguiça-se no gozo do mimo. Depois levanta-se, olha para mim. Vai buscar os brinquedos e larga-os todos aos meus pés. Faço de conta que não reparo. Ele dá saltos e ladra, "olha para mim, estou aqui, brinca comigo!"
"Agora não, Fox, espera, agora não."
Ergue-se nas patas traseiras (estamos a treiná-lo para suricate), estendo-lhe a mão, mergulha nela, às lambidelas.

Este cão dá-me cabo da produtividade, mas aumenta o índice de Felicidade Interna Bruta para níveis astronómicos.

aIMG_2072

aIMG_2073

aIMG_2084

aIMG_2087

aIMG_2091

aIMG_2089


9 comentários:

Leonor disse...

O Fox é lindo, Helena! Os animais têm felizmente essa capacidade :)
Muitos beijinhos

Helena disse...

Obrigada, Leonor.
É um grande simpático, é o que é!
:)

mdsol disse...

Oh, tão lindo o Fox! Festinhas, muitas festinhas. :)

Cristina Torrão disse...

Que giro :)

Pedro disse...

Os animais têm mesmo essa qualidade (mesmo quando fazem asneiras). Acredito que os filhos também, pelo menos até chegarem à idade do armário.
A quarta foto é qualquer coisa de irresistível!

Helena disse...

Mesmo na idade do armário contribuem bastante para o FIB, Pedro. Mais eles para o nosso que nós para o deles...
É, aquela cara que ele faz é mesmo o cúmulo. Mas também adoro a cena da primeira fotografia: ele a dormir enrolado, o mais perto de mim que lhe é possível. Já tenho um tique: antes de mexer a cadeira, vejo se ele não se terá deitado entre duas das pernas.

Gi disse...

Os cães são mesmo fantásticos. O Fox é lindo e meiguinho, e esse "tique" é um dos muitos que farão a tua educação de "mãe-de-cão". Enjoy!

Paulo disse...

Eu gosto muito da nº 4. E das outras também.

Helena disse...

Gi, Paulo:
:)
(que mais se pode dizer?)