21 setembro 2012

dança e movimento, 15ª edição


A aldeia global é uma grande frustração: o mundo ficou suficientemente perto para sabermos uns dos outros, demasiado longe para estarmos realmente uns com os outros. E como gostaria de estar por estes dias em Ilhabela!

No próximo domingo, por exemplo:


(fotos tiradas do site do pés no chão)

1 comentário:

Catarina disse...

Boas notícias de uma 'mostra não competitiva' com participação das escolas e grupos de dança locais e extensão das apresentações a vários espaços públicos para além do teatro.
Dançar com os pés no chão : )