08 março 2018

enquanto não chega a primavera

Enquanto não chega a primavera, aqui deixo imagens das gracinhas mais recentes do tempo que faz em Berlim. As manhãs geladas, congelados os nenúfares que sobraram do Verão, e o Fox a ir-se embora mais uma vez. Não será uma triste vida, mas é a vida.

Cheguei a Portugal ontem, quase hoje. Deram-me canja verdadeira, e tangerinas colhidas no dia, tão pequenas e imperfeitas que pensei que seriam coisa de imitação, de loja chinesa mesmo muito barata. Nada disso: tinham o sabor das tangerinas do quintal da minha avó. 

Portanto: entre ontem e hoje, cheguei a casa.   











5 comentários:

jj.amarante disse...

Ao ver a bolinha vermelha, esfera tão perfeita, na número 8 pensei: então a Helena agora leva esferas vermelhas para dar mais vida aos preto-e-brancos? Depois vi que afinal tinha umas protuberâncias lembrando umas bolas de silicone que vendem no Tiger. Seria de lá? Foi a que gostei mais, as outras também ficaram bem.

Tenho uma frutaria e mini-mercado ao pé de casa duns chineses e a fruta que lá vendem é consistentemente boa, ao contrário do Pingo Doce de ao pé da minha casa em que a qualidade da fruta não é bem uma lotaria porque não é tão raro sair boa mas é tão inconsistente que deixei praticamente de comprar fruta lá.

Os chineses são perfeccionistas como os japoneses e os alemães, é também por isso que dizemos "paciência de chinês". Nos produtos industriais que comercializam directamente ainda são fracos, como eram os produtos japoneses logo a seguir à guerra de 1939-45.

Helena Araújo disse...

A bolinha vermelha é um brinquedo de cäo que foi parar ao meio do gelo.
Alterei um bocado o texto, porque de facto parecia mesmo que estava a sugerir que a fruta das lojas chinesas näo presta. Referia-me aos produtos industriais muito baratos. Espero que agora esteja mais claro.

AnaMar (pseudónimo) disse...

Palavras doces e imagens maravilhosas. Este, continua a ser um lugar de visita obrigatória, onde quem que vá, e seja qual for o tema. Bem vinda a Portugal.

Helena Araújo disse...

Obrigada! :)

Marta Moura disse...

E que bom é chegar a casa. :)