06 junho 2013

correio das ilhas (III) 21

Monte Alerta
 
Olá Rita,
olá Carla,

 
ando há quase um ano para vos contar a descoberta que fizemos no Verão passado no Alentejo. Mas, já se sabe como é, uma coisa e outra, e acabo por deixar o importante para depois do urgente e do que de momento me prende mais a atenção. Vai agora. Faz de conta que este postal se perdeu no correio e foi descoberto agora.
Na realidade, era só para dizer isto: o artigo que lemos no Die Zeit (I, II), e nos levou a esse recanto do Alentejo, peca por defeito. Não diz a sensação de tranquilidade ao entrar no Monte Alerta, o tempo parado e nós com ele. Muito menos fala do bolo de azeite que lá servem ao pequeno-almoço (saia um bolo de azeite inteiro para a mesa do canto, aquela mais junto à piscina, se faz favor), nem conta que a raposa que lá apareceu é quase da casa. Não diz a magia de nós deitados em enormes bean bags, sob um céu no qual se acendem as estrelas, cada vez mais.
Também omitiu a intensidade que tudo ganha à nossa volta quando remamos numa canoa às escuras - os sentidos alerta para maneiras novas de beleza. E a sopa de coentros que esperava por nós ao fim da jornada: sopa de coentros comida em pé, à luz das velas, no meio de um alvoroço de rãs e cigarras.
Magia é a palavra certa. Tanta, que até o Matthias esqueceu que estava a fazer férias sozinho com os cotas, e se divertiu à grande.
Ja marcámos para este ano. Queremos repetir. Desta vez andaremos nos rápidos do Guadiana durante o dia, e prometeram-nos fogo de artifício a acompanhar a sopa de coentros. Quero ver se a Vitória exclamará de novo, durante a massagem "Ai! Tanta pressa nestes tornozelos!" Porque eu tentei trazer um pouco deste Alentejo tranquilo para a minha vida no coração de Berlim, garanto que tentei. Mas começa a ser tempo de voltar, e fazer revisão da matéria dada. Placidez.
E vocês: querem vir também? (o bolo de azeite chega bem para nós as três - e até para quatro, se uma certa Cristina que encomendou este postal - olá, Cristina! - se tentar também a vir)

 









2 comentários:

CCF disse...

Que pena ter esse nome e não ser eu essa Carla :)
Adoro esse céu alentejano.
~CC~

Helena disse...

Carla,
Nem o Monte Alerte nem o "Break! Momentos Fantásticos" são para meu uso exclusivo. Estão lá para quem quiser.
(E nem combinei com eles uma avença para a publicidade)