26 novembro 2012

anjo da guarda


"Tu andas com um anjo da guarda atrelado", insiste uma amiga minha. Ainda há pouco, a propósito de eu querer partir com a Filarmónica como quem vai com o circo, me veio lembrar o anjo do Wim Wenders. Lembrança puxa lembrança, cheguei àquele dia em que me convidaram para participar numa peça Dada, "uma coisa muito engraçada", diziam, "em que partes do rosto têm a palavra, e tu serias o nariz". Seria uma encenação mais ou menos caseira, feita entre amigos. Calha de esses amigos virem um pouco de toda a Europa, e serem gente importante na área da cultura, e de quem me convidava organizar estes eventos no espírito dos antigos salões de Goethe, Anna-Amalia e toda a sociedade culta da Weimar clássica.
Eu declinei. Esses encontros calham sempre na altura em que o Joachim e eu temos um fim-de-semana inadiável na França, com amigos muito especiais.
Soube depois que o "teatro caseiro" juntou um público de 400 pessoas, e que eu, se tivesse participado, teria contracenado com o Bruno Ganz.

Às vezes desconfio que o meu anjo da guarda bebe.

4 comentários:

jj.amarante disse...

Deve ter sido alguma linha torta, que dá essa sensação, mas os anjos também escrevem a direito. Então iam faltar aos amigos especiais de França só por causa dumas estrelas de cinema? Assim ficou com a sensação de que podia ter contracenado com o Bruno Ganz sem ter nenhum stress! E os arcanjos que eu vi em Chipre eram muito bonitos.

Helena disse...

Nem mais. Eu ao lado do Bruno Ganz ia ser assim mais ou menos como a água e o vinho. A água turva e o vinho fino. Escapei de boa...
Os seus arcanjos são lindíssimos. Mas nenhum é o meu. O meu reconhece-se logo por um certo ar de stress crónico que só visto... ;-)

calita disse...

Um anjo que bebe só pede ter o meu respeito. Mas a mim parece-me que perdeste uma boa oportunidade, mas como se costuma dizer de boas oportunidades está o inferno cheio (ou será de boas intenções?).
Ainda assim, amigos especiais estão sempre em primeiro lugar!

Helena disse...

Calita,
perdi uma boa oportunidade de me envergonhar em frente a 400 pessoas e mais ao Bruno Ganz? Parece-me que essa foi a parte em que o anjo teve um momento de sobriedade...
Esse fim-de-semana em França é intocável. Mas vou pedir aos amigos que organizam esse "salão privado" que o façam noutro fim-de-semana qualquer. A ver se o anjinho ajuda.
:)
;-)