11 agosto 2012

"momentos fantásticos" em Portugal, sugeridos por um semanário alemão



Ao pequeno-almoço, o Joachim comentou: "alguém em Portugal está a trabalhar muito bem."
Não sabemos quem é, mas está: já é o segundo texto que, no espaço de poucas semanas, o semanário Die Zeit publica sobre sítios especiais de Portugal. "É favor pisar as flores!", sobre o Trilho dos Pescadores, no Alentejo litoral, e "Ora então, boa noite!" sobre o Dark Sky também no Alentejo. Artigos tão bem escritos que dá vontade de largar tudo e partir para lá.
No caso do "Boa noite" foi o que fizemos, nas férias passadas. Um dia que tenha mais tempo, traduzo esse artigo e publico aqui - mas de momento tenho muito que fazer com as traduções para a vida real, e muito que lazer com o fim-de-semana (hoje, por exemplo, é um stress: Tuna dos Estudantes de Medicina de Coimbra aqui em Berlim, curiosamente num centro comercial português, seguido de uma há muito ansiada ida aos Gorillas, teatro de improvisação do melhor - a ver se não me esqueço dos lenços de papel porque já sei que vou chorar a rir). Adiante.
Um dia destes, portanto, traduzo o artigo sobre as novas ofertas turísticas no Alentejo para pessoas que se interessam por astronomia. E escrevo um postal de férias (sim, sempre a inovar: escrever os postais de férias depois de ter regressado a casa) sobre os dias fantásticos que passámos sob o dark sky de Monsaraz e de Moura.

Mas para já, e para quem não sabe o que fazer com os próximos dias, aqui vai uma sugestão: vão até Moura, para andar de canoa ao anoitecer. É organizado por "Break! Momentos Fantásticos", e garanto que este nome é um understatement do melhor. Também podem andar de dia, claro (parece que organizam descidas de rápidos e coisas assim, parece que afinal não é preciso ir à América para fazer estas coisas giras).

Aquelas horas passadas no rio Argila, assistindo ao nascer das estrelas à nossa volta, foram um dos momentos mais especiais das férias passadas. Tanto, que no próximo ano tencionamos voltar. E agora, de novo por causa do Die Zeit e de alguém que em Portugal anda a fazer o seu trabalho muito bem feito, talvez com um pequeno desvio de três dias para uma caminhada pelo Trilho dos Pescadores.

2 comentários:

Paulo disse...

Eu sei muito bem quem é. Deixas-me fazer um nadinha de publicidade à Pura Communications?

Helena disse...

Mas o que é isso, Paulo? Quem se lembra de fazer uma coisa dessas em alemão?
Fui espreitar a página no facebook, e estou agora agarrada à cadeira para não voltar para Portugal no primeiro avião.