14 janeiro 2012

cento e dez euros muito mal gastos

Os cento e dez euros mais mal gastos deste Inverno: para a empresa que havia de tirar a neve do passeio em frente ao nosso terreno.
Algo me diz que essas empresas este ano fizeram o negócio da vida delas. O que até é justo, porque nos anteriores passaram um bocado mal: cobram uma taxa única pelo Inverno todo, e depois têm de ver como se arranjam para limpar quantidades anormais de neve.

Mas se fossem só esses cento e dez euros...
Há cerca de um mês começámos a pensar onde faríamos as férias de Inverno.
Por causa da nossa troika privada queríamos experimentar alguma região mais em conta, pensávamos no Allgäu, mas o mapa da neve tinha um aspecto desolado: é que nem vê-la. Então o Joachim disse que o barato sai caro, e que não faz sentido ir fazer férias de ski numa região barata para depois não ter neve. E lá marcámos nós para o sítio pré-troika, com pistas bem acima de dois mil metros, nada como jogar pelo seguro.
No entretanto, desatou a nevar no sul da Alemanha de tal maneira que quase começámos a temer não conseguir passar essa barreira para conseguir chegar ao nosso destino.

Eu não queria ser mal-agradecida, mas - se não for pedir muito, ó meu querido São Pedrinho - além de acertares o tempo às minhas necessidades, dava para me enviares um pequeno resumo do que está planeado? Ou é-me simplesmente pedido que tenha Fé, e acredite sem dúvidas nem tergivações?

3 comentários:

Paulo disse...

Mal empregados. Haviam de dar para um lenço ou assim nos saldos do Ku'dammm.

Helena disse...

Quer-se dizer... com 110 euros, acho que conseguia comprar meio par de meias...
;-)

Paulo disse...

:o)