12 agosto 2011

estranha ascensão e queda de um mito fugaz

Más notícias para quem foi deste post da Rita para este post da io e aqui veio parar em busca da "bela e sensual no seu vestido vermelho": o famoso vestido vermelho desapareceu na viagem entre o Porto e Berlim. A última vez que foi visto ia muito abraçado a uma garrafa de Moscatel da Quinta do Vallado.


4 comentários:

Jonas disse...

Mas a bela sensual não foi com o vestido. E vestidos há muitos, embora nem todos possam ter o bom gosto de partir abraçados a uma garrafa de moscatel :)

Helena disse...

:-)
Jonas, se gostas de bons vinhos, experimenta esse (pode ser que se te atravesse no teu caminho, talvez enrolado com um vestido vermelho): é feito com a casta moscatel, mas é um vinho de mesa. Surpreendente: tem aroma de vinho doce, mas é seco.

Jonas disse...

Tenho especialistas em vinho, na família. Uns, dos bons, dos apreciadores e conhecedores. Outro, dos maus, daqueles que abusam.

Gosto muito dos primeiros, o segundo, e o seu exemplo de alcoolismo, faz com que eu não beba qualquer tipo de álcool :)

A herança genética que deixo ao meu filho, é deplorável, sob esse ponto de vista :)

Helena disse...

É uma herança de liberdade: ele pode escolher uma ou a outra costela... ;-)
Diz aos primeiros que o Moscatel do Vallado é uma bela surpresa. Talvez eles não saibam, e gostem de saber. (Sim, eu e o meu lado "serviço público"...)