27 junho 2015

assim como assim nem gosto muito do Lang Lang...

E eis que ando há semanas à espera do último concerto desta temporada da orquestra youknowwhatImean, no anfiteatro ao ar livre Waldbühne, com o Lang Lang ao piano, e ontem caí na asneira de ir ver o noticiário (enfim, havia muitos motivos para isso) e esqueci-me de desligar a televisão antes do boletim meteorológico. Diz que vem por aí o temporal do ano, e que é hoje ao fim da tarde, e que na Baviera até é capaz de haver um furacão.

Vou, claro que vou, com guarda-chuva, impermeável e bons sapatos. E se vier o dilúvio, bom, assim como assim nem gosto muito do Lang Lang, nem achava muita graça a terem um programa com músicas de filme...

...Mas espero que o temporal só venha depois do Grieg.







(O "Berliner Luft", o Ar de Berlim, com que se termina sempre este último concerto da época. A orquestra já toca isto de olhos fechados, pelo que até faz pena ver alguns maestros muito aplicados a tentar dirigir. Neste filme, o Simon Rattle, esse brincalhão, aparece ora na percussão, ora a tocar piccolo, ora misturado com o público. E o Placido Domingo sai-nos outro brincalhão, a dirigir e cantar ao mesmo tempo. Ar de Berlim.)


2 comentários:

Jonas disse...

"Vou, claro que vou, com guarda-chuva, impermeável e bons sapatos."

De sabrinas, portanto.

Helena disse...

hahahahaha
Por acaso lembrei-me disso, e até pensei: quem afronta uma chuvinha em Lisboa também é capaz de passar incólume pelo temporal do ano em Berlim.