25 novembro 2012

decidi que na próxima vida afinal não quero ser condutora de TIR

Andava eu a pensar que ser condutora de TIR era a profissão ideal para mim, porque podia ouvir muita música, eis senão que vi esta fotografia


no blogue das tournées da Orquestra Filarmónica de Berlim, e decidi que afinal na próxima vida quero ser membro daquela orquestra. Nem que seja a tocar os ferrinhos, pronto.
Como é que não me lembrei disto antes?! Além de ouvir boa música, faria viagens recheadas de maravilhas (acabei de ver, e estou aqui a segurar os olhos, que querem ficar naquele blogue).

Vinha lá escrito que este foi o highlight da tournée. Era, era, mas foi até chegarem a Lisboa e o Paulo os ter levado a ouvir fado à Mesa dos Frades.

(Vão ver o blogue: dá mesmo vontade de fugir com o circo - no caso, com a orquestra)

2 comentários:

Paulo disse...

Os ferrinhos têm um papel fundamental na tal Suite nº 2 de "Daphnis et Chloé". Já te estou a ver embrenhada em coreografias entre os timbales e a pandeireta. Podíamos pedir aos Filarmónicos que incluíssem sempre essa obra nas tournées.

Helena disse...

Sim, claro que podíamos!
:D