06 fevereiro 2011

stress...

Saiu o programa da Berlinale.
Tirei o fim-de-semana para estudar aquelas cerca de cem páginas, e ainda só vou a meio. Escolher entre os filmes concorrentes é fácil - são apenas vinte e quatro...
(E já sei um que quero ver sem falta: El Premio, sobre uma miúda argentina filha de dissidentes políticos, que tem de fazer uma redacção sobre o exército. E também Pina, um filme que Wim Wenders queria fazer com Pina Bausch, e acabou a realizar em 3D depois da morte desta, com o Ensemble de Wuppertal.)
Mas depois vêm os especiais: por exemplo, um documentário sobre o juíz Garzon, e Toast (quero ver Toast), e mais um com o Colin Firth (que vem à ante-estreia, pode ser que apareça ao lado da Isabella Rosselini, pode ser que eu lhes faça uma espera em frente ao tapete vermelho).
E depois tem as curtas-metragens, e a secção Panorama (só aí, quero ver uma série deles: Tomboy, Life in a Day, También la Lluvia, Amador, Qualunquemente, e ainda não cheguei nem a meio da lista). E há o Fórum, sobretudo ligado aos temas Família, Relações e Identidade, do qual consta um filme de Hugo Vieira da Silva, Swans.
E na secção Generation há um que me interessa muito, Bad o Meh (vento e nevoeiro) sobre um rapazito que perde a voz devido a um trauma da guerra - entre tantos outros.
E há a retrospectiva de Ingmar Bergmann,  e o Culinary Cinema (filmes ligados à culinária, juntamente com um jantar inspirado no filme e preparado por alguns dos melhores cozinheiros de Berlim - acho que vamos ver Jiro Dreams of Sushi, mas também apetece El Camino del Vino  e Dwen-Jang).
Até ao dia 20 de Fevereiro vai ser uma alegria de um stress, só vos digo.

5 comentários:

sem-se-ver disse...

ri-me.

e eu cheia de inveja!

ai, a Pina do wenders :S:S:S:S:S

io disse...

eu quero ver o do Garzòn, eu quero ver o do Garzòn ... Snif, snif, snif. Se eu deixar crescer os tótos, levas-me?

Gi disse...

O Colin Firth é uma simpatia, além de excelente actor. Estou a torcer para que lhe dêem o Óscar finalmente este ano.

Helena disse...

io,
o do Garzòn vai ficar disponível na internet muito em breve (se bem percebi a notícia do El Pais)

Gi,
então está bem: faço-lhe uma espera no tapete vermelho. Dantes fazia estas coisas com a minha filha, dizendo que era para não a deixar estar lá sozinha (tivemos um momento memorável com a Penelope Cruz, o Ben Kingsley e a sua mulher pobrezita a morrer de frio no seu vestidinho estilo negligé com temperaturas negativas) (no dia seguinte era a vez da Scarlett Johannson e da Natalie Portman, mas eu estava de cama porque até para mim foi frio...). Agora ela decide com as amigas as esperas que fazem, e eu já não tenho desculpa para ir para lá... ;-)

Paulo disse...

Para fazer esperas podem contar comigo.