10 fevereiro 2011

ai! afinal o Génesis tem razão!

Estava eu toda descansadinha a estudar o Helder Guégués, e deparo-me com esta notícia: as cobras já tiveram pernas. O Helder Guégués estava a falar de outra coisa, reconheço, mas eu às vezes dá-me para reparar no dedo que aponta a estrela.

Afinal aquela passagem do Génesis, quando Deus diz à serpente que doravante há-de rastejar sobre o ventre (e uma pessoa se pergunta: e antes disso, andava como?) é todo um tratado de ciência. E mais:  nesta simples frase casam-se criacionismo e evolucionismo!

Mais uma terrível questão existencial que se resolveu, e ainda nem são nove da manhã. 
O dia promete.

6 comentários:

Paulo disse...

Olha aqui.

jj.amarante disse...

Muito bem feita, essa sua síntese do criacionismo com o evolucionismo!

Helena disse...

jj. amarante,
também acha que eu um dia destes ainda recebo um Nobel qualquer, não é?
;-)


(assunto privado: agora me lembro que devia fazer um telefonema para uma certa empresa alemã - os malandros não me respondem!)

Anónimo disse...

Ainda se descobrirá que as árvores também já tiveram pernas e que, por causa da magna participação da figueira e da macieira no tal episódio bíblico, foram todas divinamente castigadas e agora nem rastejar sobre o tronco lhes é permitido.

Helena disse...

Anónimo,
desconfio que a minha Bíblia tem menos páginas que a sua...

Anónimo disse...

Eu desconfio que tem ambas páginas a mais...

Manuela