06 maio 2015

pura vida - o bafo desta terra



Nestas férias lembro-me muito das descrições do García Márquez: a humidade, a pele viscosa do calor que nos entorpece a alma, a roupa da praia que deitamos a secar ao anoitecer e acorda impregnada pelo bafo desta terra.
Não é literatura, é a triste vida. A nossa roupa fede que tolhe.


2 comentários:

jj.amarante disse...

Citando o 2 dedos de conversa se constata que a vida umas vezes é pura outras vezes é triste. Há um tempo para tudo, como dizia o Eclesiastes.

Helena disse...

Às vezes a pura vida anda de mãos dadas com a tristeza. Tudo faz parte.

No que diz respeito a estas férias, contudo, devo esclarecer que foram tão "pura vida" que dificilmente umas toalhas de praia a cheirar mal nos podiam incomodar.

"Pura vida" é uma expressão muito usada na Costa Rica. Serve para tudo:

- Olá, como estás?
- Pura vida.

- Obrigada pela ajuda, etc. etc.
- Ora essa, pura vida.

- Vá por ali, vire assim, contorne assado, boa viagem, pura vida.