10 dezembro 2014

we will always have Paris



O Joachim vai hoje para Paris. Sugeri-lhe que levasse o Borsalino em vez da boina basca (até parecemos o candy crush, temos muitas vidas) (todas diferentes) (e o respectivo guarda-roupa) (só para que conste, um dia destes ainda pespego aqui uma foto minha no baile de finalistas do Matthias: pareço uma senhora!) (embora esteja demasiado sorridente). Adiante. À despedida, ao vê-lo de Borsalino e sobretudo, não resisti à piadinha: fiz uma voz grave e disse "então adeus, ó Humphrey".

We have Paris.
Enfim, tem dias, mas "Paris" anda por aqui. Não uma "Paris" feérica, à maneira de Hollywood. É mais a Paris das árvores no Père Lachaise: a beleza calma do que nos transcende.

Casablanca que espere.


2 comentários:

Luis Novaes Tito disse...

you must remember this

Helena disse...

the fundamental things apply as time goes by