10 março 2013

momentos do Fox

Há duas semanas tínhamos cá o Kevin. Quem perguntar "que Kevin?!" é dorminhoco.
Como precisava de preparar o show em Hannover, e tinha de carregar o equipamento pesadíssimo para o ginásio, o Fox e eu levámo-lo até lá. Era uma cave em Kreuzberg, um sítio engraçado: a porta sempre aberta, as pessoas entram, deixam ficar 5 euros na caixa, usam o espaço. Parece os parques de campismo nos EUA.


O Fox acompanhava atentamente as cambalhotas do seu amigo no trapézio, e ladrava nas partes mais difíceis. Nos intervalos, enchia-o de mimos. E vice-versa. (bem sei que as fotografias não estão nítidas, mas é o que o meu telemóvel conseguiu, e conseguiu o essencial, que é o que interessa)


No fim-de-semana passado aqueceu, e tivemos um céu tão azul que nos fez esquecer todos os dias de Inverno. O Fox espetava o nariz no ar, farejava farejava - "que é isto?", parecia perguntar. É a Primavera, Fox.
Fomos passear até ao lago aqui perto. O gelo começa a derreter, e os patos selvagens ocupavam o espaço da reconquista.





Se eu percebesse alguma coisa de fotografia, tinha conseguido apanhar a magia da luz fresca nas árvores ainda adormecidas de Inverno. Mas não sou. Fiquem com esta fotografia, e lembrem-se: felizes os que acreditam sem ver...
No meio dos meus exercícios de diletante, uma raposa maluca atravessou-se no caminho:


Há uma semana, o parque à volta do lago estava assim:


Esta noite nevou com força. A cidade está coberta por nova camada espessa de neve. Parece que afinal não era a Primavera, Fox.
Levei-o à rua, mas não fiz fotos porque é quase impossível apanhá-lo, todo em saltos e sprints, feliz da vida.

3 comentários:

Cristina Torrão disse...

Também quero fazer festinhas ao Fox ;)

Paulo disse...

Os meus parabéns ao teu telemóvel pelos momentos do Kevin.

Helena disse...

Cristina, tem um pelo comprido e sedoso. As pessoas adoram fazer-lhe festinhas. É engraçado: pedem-me autorização, e no fim agradecem.

Paulo, obrigada! :)