11 fevereiro 2013

Berlinale 2013 (6)

Ver um filme que acaba à uma da manhã, ir para casa, fazer um post sobre o filme, responder a um ou outro e-mail, ir dormir. Levantar no dia seguinte às sete da manhã para ir comprar mais bilhetes. Ir ver mais filmes. E, pelo meio, a vida real - o trabalho, o supermercado e as refeições, a família, os amigos, brincar com o cão e levá-lo à rua. Dias muito intensos  - e visitados pela alegria.

Quando cheguei à fila da bilheteira, às oito da manhã, havia já dezenas de pessoas em pé à minha frente, e mais algumas espalhadas pela sala - as primeiras tinham vindo de madrugada, e esperaram fora do edifício, com neve e temperaturas negativas. Queriam bilhetes para o filme do Jude Law.
Olhei em volta, pensando numa maneira de me sentar sem perder o lugar na fila. Uma rapariga que estava sentada num dos cadeirões muito confortáveis do café, a dois metros da nossa fila, ofereceu-me o seu banquinho desdobrável. Agradeci, mas preferi ir buscar um cadeirão, muito mais agradável. Trouxe um para a minha vizinha, bastante mais velha que eu, e fui à mesa ao lado buscar outro para mim. Fiz a pergunta pro forma, "este cadeirão está vazio?" e a senhora sentada àquela mesa respondeu:
- De facto, está, mas não o pode levar.
- E porque não?
- Porque o lugar dele é aqui.
- Qual é a diferença entre estar aqui, ou a dois metros daqui?
Ela encolheu os ombros, embaraçada e vencida. Mais um choque cultural: cada povo tem comportamentos standard baseados em acordos tácitos, e não sabe como os defender dos invasores que têm outros standards.
Em menos de trinta segundos, outras pessoas da fila foram buscar todos os cadeirões ainda vazios. Ando a deseducar o povo alemão, é o que é.



7 comentários:

Paulo disse...

Obrigado pelos relatos. Sem ti uma pessoa ficaria aqui desinformada sobre o que se passa na Berlinale.

Gi disse...

Paulo, e sobre o que se passa nas filas de espera, que é muito mais engraçado :-)

Helena disse...

Paulo,
tu não me digas que não há aqui jornalista nenhum a mandar notícias sobre a Berlinale?!!!
(ai a minha responsabilidade!)

Gi,
é, é... ;-)

Paulo disse...

De vez em quando aparece uma notícia ou outra, mas nada que interesse.

Helena disse...

Estou a ver que não vão esperar para a fila logo às oito da manhã, depois falta-lhes o assunto...
;-)

Helena disse...

(tenho três novos filmes para contar, mas o melhor é ir dormir já já e contar amanhã, porque está a ficar cada vez mais difícil não adormecer no escurinho do cinema...)

Paulo disse...

Ficamos a aguardar.