15 abril 2012

a Russendisko ontem...



...foi fantástica.
Era a primeira vez depois do lançamento do filme Russendisko, o Kaffee Burger rebentava pelas costuras, mais televisão e entrevistas, e gente a querer fazer fotografias com o famoso Wladimir Kaminer. Ele estava atrás do seu balcão de DJ, bem disposto e calmo. Às vezes agarrava no microfone para cantar, ou tocava trombones e guitarras imaginários. Ou dava saltos com os braços largados sobre a cabeça. Ou - garanto que vi com estes que a terra talicoisa! - dava saltinhos de bailarina do Bolchoi. Aquele homem não existe.

Não me lembro de ter passado uma noite tão boa numa discoteca. Fantástica (eu sei, estou-me a repetir, e desta vez não é senilidade precoce, é mesmo só porque foi isso mesmo).
O Joachim comentou: "não se vê ninguém a armar-se, as pessoas estão aqui como são". Nem sequer se tinham apericaltado para a saturday night fever, vinham pelo simples prazer de dançar aquela música, tão viva e contagiante que - desconfio - é bem capaz de pôr um paralítico a saltar.

Pergunto-me como será em Lisboa, no dia 5 de Maio, com público português. E já estou a sonhar com a próxima, aqui no Kaffee Burger, em fins de Abril.

4 comentários:

Leonor disse...

E eu aqui neste fim de mundo :(((((((

Helena disse...

Dia 5 de maio, Leonor. Já falta pouco.

Leonor disse...

Já, mas um dia hei-de ir ao Kaffee Burger :)

Helena disse...

Combinado! :-)