22 abril 2012

hip Berlin goes Cais do Sodré

Antes que de Lisboa se ergam vozes a argumentar contra a regionalização, que talicoisa, cá vai mais um convite:



O lançamento do livro será no sábado, dia 5 de Maio, às sete da tarde na feira do livro.
Um muitos em um: as perguntas que lhe farão, as respostas que ele dará, a componente paisagística (digamos assim), aquele livro tão bonito autografado pelo autor (e eu caia desta cadeira abaixo se não conseguir no meu exemplar também um autógrafo da Vera Tavares), e de brinde mais isto: uma pessoa a falar alemão com sotaque russo, e outra a falar português com sotaque alemão (ocasionalmente trocando também os bb pelos bb).

A seguir há festa, e que festa: Hip Berlin goes Cais do Sodré! 
A Russendisko começa às dez da noite na Pensão Amor. Não se atrasem muito (quem avisa, amiga é).

6 comentários:

Rita Maria disse...

A Russendisko não é hip, é uma das suas múltiplas virtudes. Já o Cais do Sodré, estive lá na sexta e está irreconhecível... :(((

Helena disse...

Rita,
deixa-nos arranjar rapidamente uma plataforma de entendimento sobre qual dos significados de "hip" pode caber à russendisko, que é para eu não ter de mudar o título deste post...
;-)

Helena disse...

E agora vem o Joachim dizer que é "kuschel-Berlin" (estou tramada com vocês os dois...)

Rita Maria disse...

O Joachim está do meu lado?!

Helena disse...

É só para veres como as saudades mudam as pessoas! ;-)
(Sim, está do teu lado) (queres que mude o título para "kuschel-Berlin goes Cais do Sodré"?)

Rita Maria disse...

Não, tu podes deixar, assim ofendem-se os kuschólicos, como eu, e os hipsters berlinenses. E se há coisa a que um kuschólico não resiste é a chatear um hipster.