21 abril 2011

pequeníssimo ensaio sobre a transversalidade de Bach

(detalhe da Nikolaikirche - foto daqui)

A Paixão segundo S. João foi ouvida pela primeira vez em Leipzig, na Nikolaikirche - a igreja onde nasceu o movimento pacífico que muito contribuiu para a queda do muro. Amanhã vou ouvi-la na Gedächtniskirche, a ruína de uma igreja que, no coração de Berlim, não deixa esquecer o que aqui aconteceu durante a segunda guerra mundial.
Um Bach que atravessa a História da Alemanha.





(melhor seria ter-lhe chamado "pequeníssimo ensaio sobre a transversalidade de Jesus Cristo")

2 comentários:

Paulo disse...

Bem pensado. E como foi?

Helena disse...

É daqui a bocadinho, depois digo-te.