10 setembro 2015

preconceitos



Qual é o original, qual é a cópia?

Isto não é sobre a língua alemã. É sobretudo sobre manipulações e a nossa tendência para acreditar no que queremos.

Também podia ser sobre os refugiados que estão a acostar à Europa. Em Portugal há gente a morrer de medo, dizendo que são terríveis, terroristas, o diabo.

O diabo são os nossos preconceitos.


5 comentários:

to the lighthouse disse...

Concorda plenamente!

Fuschia disse...

Concordo em parte, mas vi um video semelhante há uns tempos e que não se focava apenas no alemão mas em várias línguas e na forma como elas soavam para quem não as percebe. A verdade é que é comum que o português seja confundido com russo pela entoação nos Rs e por falarmos para dentro, assim como o alemão não é das línguas mais melodiosas de se ouvir. É claro que isso muda quando as palavras passam a ter significado.

Helena disse...

Isso é muito subjectivo, não é?
Tempos houve em que eu não sabia falar alemão e me sentia muito atraída pela melodia dessa língua em filmes como a série "os Buddenbrook", que passou em Portugal nos anos oitenta.
E que dizer do poema "als das Kind Kind war", dito por Bruno Ganz no início de "As Asas do Desejo"? Se aquilo não é melodioso, não sei o que é melodioso...
https://www.youtube.com/watch?v=fdv_u7HGQIk


Fuschia disse...

Continuo a discodar. Claro que é subjectivo :)

Helena disse...

oh, deixa-me cá! Já comecei a sonhar com esta questão, eu em pleno sono a tentar ouvir a língua alemã, a ver se soava agressiva! :)