27 maio 2015

coitadinho do Monet que morreu tão cedo...


...morreu tão cedo, e já não está aqui para se deliciar com os nenúfares que esta Primavera trouxe ao meu lago.






(Ou talvez esteja lá em cima, lá algures, a pintar a cena e a rir-se de mim que estou a fotografar de cócoras tentando não cair à água, do Fox pacientemente à espera, do Fox a perder a paciência e a ir-se embora sozinho, do homem que passa e me diz "olhe que o seu cão já foi andando, estava ali ao cimo das escadas mas depois resolveu ir à vida dele".)





2 comentários:

jj.amarante disse...

Foi uma trabalheira mas olhe que valeu a pena ficaram todas muito bem!

Helena disse...

Obrigada!
A maior trabalheira é sempre procurar o cão depois da sessão fotográfica.