02 fevereiro 2015

à procura dos violistas François Broos ou Isabel Pimentel (este blogue a armar-se em Interpol da Cultura)

No concerto dos "violins of hope" conheci o professor Uri M. Kupferschmidt, de Israel, que estava muito emocionado por ter ouvido um violoncelo feito pelo seu avô. Quando soube que sou portuguesa pediu-me ajuda, porque está a escrever um trabalho com biografias de músicos famosos. Um deles é o violista belga François Broos, cujo rasto se perde em Lisboa. Algum dos leitores deste blogue sabe mais sobre ele, ou conhece a violista portuguesa Isabel Pimentel, que foi sua aluna e provavelmente pode dar mais informações?

"Francois Broos, in the late 1920s member of the well-known Krettly Quartet, and thereafter of the Brussels String Trio. During or after World War II , he settled Lisbon but precise data on that part of his career are missing. What is known is that he taught the Portuguese violist Isabel Pimentel, and that in 1960 the composer Jose Manuel Joly Braga Santos dedicated a Viola Concerto to François Broos. Would anybody know more about him, or about the present whereabouts of Isabel Pimentel ?"

ADENDA: Já fui contactada pela violista Isabel Pimentel. Muito obrigada a todos os que ajudaram.
Adoro a internet. :)


9 comentários:

Frederica Lourenço disse...

Cara Helena,

Um dos elementos que compõem o Quarteto de Cordas Lopes-Graça é uma violista de nome Isabel Pimentel. Desconheço se será a mesma que procura, mas creio que valerá a pena explorar... Vou procurar o contacto e já lho envio!,

Frederica

Frederica Lourenço disse...

Acabei de confirmar, é a mesma sim! Aqui está o link com a biografia: http://www.editions-ava.com/pt/store/management_page/3/

Helena disse...

Deve ser ela, sim. Muito obrigada!

Helena disse...

Já escrevi à Gulbenkian a pedir o seu contacto.

Frederica Lourenço disse...

Aguardi boas notícias! Admito, adoro um final feliz :)

Helena disse...

Frederica, já a consegui contactar. E já lhe enviei mensagem com o endereço do professor israelita.
Um final feliz em cerca de 10 horas - nada mal! :)

Paulo disse...

Uau! A isto chama-se eficiência.

Leonor Fleming disse...

Boa tarde,

Se está familiarizada com o panorama violetístico português conhecerá com certeza a conceituadíssima Ana Bela Chaves. Vive há muitos anos em Paris mas fez o seu curso superior no Conservatório Nacional de Lisboa com o professor Broos. Há uma entrevista publicada de há uns anos num blog, onde a professora fornece uma rápida biografia do professor Broos nas primeiras perguntas. Se quiser consultar:
http://amisdelalto.over-blog.fr/article-entretien-avec-ana-bela-chaves-86747024.html.

Helena disse...

Obrigada, Leonor. Também lhe passei esse link, que achei muito interessante. Mas não sei se ele fala francês.