03 fevereiro 2013

outras maneiras de estar na cultura



Esta manhã fomos à Komische Oper comprar roupa de espectáculos passados, e esta tarde fomos ao mesmo teatro assistir à ópera Aufstieg und Fall der Stadt Mahagony, com texto de Brecht e música de Weill.
Dei comigo a olhar para os vestidos e a pensar: qual deles compraria?

13 comentários:

Paulo disse...

Não te esqueças de uma coisa: Denn wie man sich bettet, so liegt man.

Helena disse...

...Und wenn einer tritt, dann bin ich es / Und wird einer getreten, dann bist’s du.

Gostas dessa ópera? Eu não gostei muito.

Paulo disse...

Eu gosto muito, mas lá está... o que vi aí em cima não me entusiasmou. Ainda assim, prefiro a dos "Drei Groschen".

Paulo disse...

Gosto desta gravação com a Lotte Lenya.

Helena disse...

"Leider ist dieses Video, das Musik von SME beinhaltet, in Deutschland nicht verfügbar, da die GEMA die Verlagsrechte hieran nicht eingeräumt hat."

Chatos.

Paulo disse...

Ach Sch...
Tens de ir à Dussmann e procurar. Estava agora mesmo a ouvir a Lotte Lenya: "Ach bedenken Sie, Herr Jakob Schmidt..."

Helena disse...

Parece-me que sim, que tenho de ir à Dussmann.
De youtube em youtube, agora estou a ouvir a Ute Lemper, Surabaya Johnny.

Helena disse...

E agora estou na lua de Alabama com a Ute Lemper, e legendas em catalão!
hehehe,

http://youtu.be/hbW8mkQr9OM

(eu devia era tratar de ler o programa da Berlinale. Amanhã começa o stress, e ainda nem arranjei o programa com a apresentação dos filmes, só tenho o calendário...)

Paulo disse...

Parece-me interessante. Vou ver.

(Tu não te atrases com a Berlinale. Precisamos que nos ponhas a par das tualétes, das festas e... ah, dos filmes.)

Paulo disse...

Vi esse espectáculo da Ute Lemper em Lisboa. Igualzinho. Só não tinha as legendas.

Helena disse...

Perdi o concerto dela há dias, aqui. Estava esgotadíssimo. Pudera...

Quanto à Berlinale: hahahaha
(eh, pá, e de repente lembrei-me do Brad Pitt a vir mesmo na nossa direcção! aaaaiiiiii)

Paulo disse...

O Brad Pitt? Quem é? Não me lembro nada disso.

Helena disse...

Ingrata criatura! Soubesse eu que tão depressa o ias esquecer, tinha-me chegado eu à frente. ;-)