06 novembro 2011

morar por cima do Outono


morar por cima do Outono

ou entrar por ele na cidade




(Claro que o meu caro comentador cjs daqui a nada vai aparecer aí a afirmar que "ainda ontem estive na tua rua e já não estava nada assim", e é o que vos digo, snif snif: a vida real atrapalha-me muito a dos blogues)

10 comentários:

Carlos Azevedo disse...

As imagens são uma maravilha -- melancolia outonal pura e dura! :-)

A minha rua em Madrid (vivi lá uns tempos) era -- e é -- tal e qual.

Helena disse...

:-)

Helena disse...

Isto sou eu a rir antes de aparecer aqui o comentador cjs...
;-)

Carlos Azevedo disse...

Se ele aparecer, responda-lhe com uma adaptação dos dois últimos versos da letra de "A Gente Vai Continuar", do Jorge Palma; algo como:

A vida dos blogues é uma maluca
Que sabe quanto vale um beijo

;-)

Carlos Azevedo disse...

(a despropósito: viu os poemas de Kostas Karyotakis? caso a resposta seja afirmativa: gostou?)

Helena disse...

Carlos,
o csj é um bom amigo, que conhece bem a maluca da vida real por trás deste blogue.

Eu escrevo estas coisas para brincar com ele, e depois ameaço que não publicarei os seus comentários... (a paciência que ele tem para me aturar!)

Helena disse...

Quanto aos poemas: não tinha visto, não. Eu às vezes esqueço-me de seguir as conversas nas caixas de comentários...
Mas fui ver agora, e gostei muito, sim. Obrigada. Vou guardar para saborear com calma mais tarde.

cjs disse...

Ainda ontem estive na tua rua e













já era de noite e não deu para ver nada.

Carlos Azevedo disse...

«Eu às vezes esqueço-me de seguir as conversas nas caixas de comentários...»

Já somos dois! :-)

Helena disse...

Carlos,
Ah, óptimo: já não me sinto tão desleixada... Quer dizer, o desleixo é o mesmo, mas é bom saber que não estou sozinha.

cjs,
se fosse de dia, também não vias nada: fiz essa foto há mais de uma semana, agora as árvores já estão carecas.