11 março 2017

Fukushima e a ameaça nuclear


video


Fukushima é muito mais que a tragédia que aconteceu no Japão faz hoje seis anos - é um aviso do que pode acontecer a qualquer momento noutros lugares do mundo. Inclusivamente à nossa porta.
Na Alemanha, foi o empurrão de que o país precisava para virar as costas ao nuclear.

Esta manhã passei por uma manifestação na Friedrichstrasse, onde se apelava também ao fim das bombas atómicas. O absurdo da ideia de que estas armas estão bem se estiverem em "boas" mãos, e que só é preciso evitar que cheguem às mãos dos "maus", tem sido posto a nu com a situação a que chegámos: o maior arsenal de armas atómicas do mundo está nas mãos de um homem casca-fina, vingativo, infantil, sem cultura democrática, nem humanística, nem nada.







1 comentário:

Filipa disse...

Mas...mas, toda a gente sabe que a Ivanka é o Grilo Falante do Trump!

O pior é o diabinho Bannon.

(A sério, é de meter medo.)