05 outubro 2015

a República ultrajada




Usando a linguagem que os machos ibéricos compreendem: para a RTP, a República portuguesa não merece o respeito devido a uma mãe, uma filha, uma irmã. Então está bem.

Usando a linguagem que as pessoas civilizadas compreendem: para a RTP, a dignidade da República portuguesa não é inviolável. Pelo contrário, qualquer rufia de meia tigela em qualquer esquina pode reduzi-la a um objecto passível de posse e manipulação. Então está bem.

Pensando melhor, talvez isto seja um aviso ao estado da nossa Democracia. Mas confesso que é preciso pensar muito para atingir o sarcasmo...

(Já agora, alguém me explica porque motivo é que o Presidente da República não assiste às comemorações oficiais? Foi operado de urgência a um tumor galopante, ou quê?)

--

Adenda, devido ao facto de terem retirado o vídeo: era um spot sobre o dia da República, com uma voz masculina a mandar piropos à imagem da República, "acreditas em amor à primeira vista, ou tenho de passar aqui outra vez?", "se cair já tenho aonde me agarrar", e coisas assim. Depois vinha  uma frase sobre a República estar velhinha mas ainda boa para as curvas (não me lembro da frase exacta) e terminava com um gajo a mandar uma assobiadela à estátua.

Segunda adenda: há aqui uma cópia do vídeo.
Deixo a transcrição:
"- Acreditas em amor à primeira vista, ou tenho de passar aqui outra vez?
- Os teus pais devem ser piratas. És cá um tesouro..."
- Ó anjo, doeu-te muito quando caíste do céu?
- Se cair, já sei onde me agarrar!

Apesar dos seus 105 anos, a República continua muuuiiito bem conservada.
Transmissão das comemorações oficiais da implantação da República, hoje de manhã na RTP1.

Fiuuu, fiuuuuu!"

4 comentários:

mar disse...

Repugnante. Já seria mau se a ideia para tal promo tivesse surgido a alguém no encontro de criativos que faz estas coisas. Ter sido concretizada, aprovada e passar numa televisão pública é chocante e repugnante.
(Já disse repugnante?)

Carla R. disse...

Estive a falar contigo, mas não tinha som e não ouvi esta peça.
Preferia não ter ouvido, não sei como lidar com isto. Que um programa de mau gosto humuristico tivesse feito algo deste género, ainda passava, mas não é a RTP, num teaser oficial.
Como é que isto é possivel ?

Fiquei admirada com os resultados, mas se é na televisão que foram buscar inspiração para escolherem onde colocam a cruz, percebo tudo muito bem.
Para que serve uma televisão publica ?

Rita Maria disse...

Puff, já desapareceu.

Helena disse...

Mar, eu diria mesmo mais: repugn... ;)

Carla, se é para isto, mais valia despedirem esses criativos e comprarem uns documentários à BBC...

(por acaso... - agarrem-me, que estou a ter outra vez uma ideia - mais valia despedirem esses criativos e pagar a tradutores para porem legendas em programas de qualidade de tvs públicas de outros países europeus. Um pouco mais de Europa, e um pouco menos de chico-espertismo fazia bem a todos.)

Rita, pois já, mas este sair assim de fininho ainda é pior. A RTP já explicou? A plataforma Maria Capaz fez um comunicado sobre o caso com alguma graça.