18 julho 2015

tinha uma pedra



Gosto muito da música do poema em italiano, gosto muito da interpretação no alemão.
A pedra é mais pedra quando é uma piedra - em espanhol.
E o poema - tenho a certeza - foi escrito em tupi. Foi escrito em tupi. Este poema foi, só pode ter sido, escrito em tupi.


Esclarecimento que acompanha o filme, no youtube:

Para marcar os 40 anos do poema "No meio do caminho", Carlos Drummond de Andrade publicou, em 1967, o livro Uma pedra no meio do caminho -- Biografia de um poema, no qual reuniu uma ampla seleção com o que foi dito sobre os famosos versos. O Instituto Moreira Salles lançou em 2010 uma nova edição do livro concebido pelo próprio Drummond, ampliada pelo também poeta Eucanaã Ferraz. Por ocasião do lançamento, o IMS produziu um vídeo com a leitura de "No meio do caminho" em vários idiomas. 
Leituras por: 
Eucanaã Ferraz (português) 
Matthew Shirts (inglês) 
Yael Steiner (hebráico) 
Heloisa Jahn (dinamarquês) 
Jean-Claude Bernardet (francês) 
Pieter Tjabbes (holandês) 
Davi Arrigucci Jr. (italiano) 
Paulo Schiller e Mariana Schiller (húngaro) 
Jana Binder (alemão) 
Sidney Calheiros (latim) 
Laura Hosiasson (espanhol) 
Carlos Papa (tupi)


1 comentário:

arroganciadajuventude disse...

poema estranho... No entanto, óptimo para apanhar vocabulário e "sonoridade" de outras línguas. Acho que foi a primeira vez que ouvi Tupi e "latim" declamado (q não fosse um qualquer texto religioso cantado).