01 janeiro 2015

2015 - talvez dançando



Que é que temos andado a papaguear por aí? Que significa dizer "feliz 2015" quando o mundo rebenta em conflitos e contradições por todos os lados? Alguém acredita que 2015 vai ser melhor que 2014?

Às três da manhã de hoje um amigo meu improvisava (já bem tocadito, diga-se de passagem):

yesterday

tudo era diferente porque era 2014
hoje mudou tudo porque é 2015
tudo é igual e nada mudou


e tudo mudou

porque hoje é o dia de recomeçar.

A tenacidade de recomeçar e acreditar. A esperança.
A dança de vertigem interior que nos leva do desencanto do quotidiano para um espaço de beleza onde acreditámos que algo será possível.

Dancemos 2015.
Que saibamos encontrar a alegria nos seus dias.


2 comentários:

Maria de Jesus Lourinho disse...

Eu tenho que acreditar que será melhor. Com ou sem dança. Porque, se não acreditar, morro de tristeza. Que o seu ano seja bom, Helena.

Helena disse...

Bom ano, Maria de Jesus.
Que o saibamos fazer o melhor possível.