01 dezembro 2014

sol, mulheres bonitas e cavalos - desmentido da SIC

Acabei de publicar uma adenda ao meu post anterior "sol, mulheres bonitas e cavalos".
Repito-a neste post, dada a gravidade do caso.


ADENDA (1.12.2014): A SIC DESMENTIU A NOTÍCIA E PEDIU DESCULPAS:

 'a sic lamenta o mal entendido e apresenta desculpas públicas ao presidente e aos espectadores'
O VÍDEO COM A GRAVAÇÃO COMPLETA DO DISCURSO está disponível na página da Presidência da República (AQUI). A referência às paisagens bonitas (e não às mulheres bonitas) e aos cavalos vem mesmo no fim.

Moral da história: não esquecer nunca o aviso importante contido na ironia da formulação "apesar de vir nos jornais, estou em crer que desta vez é verdade..."


**

Duas questões:

- Porque é que a Presidência da República demorou tanto tempo a reagir? Cada minuto de espera foi mais um minuto em que as pessoas andaram a trocar ideias sobre a senilidade do presidente da República ou sobre a sua falta de sentido de Estado. A quem interessa alimentar esta descrença na pessoa do presidente da República e este descrédito no regime?
Esta demora na reacção é sinal de um extraordinário desleixo no serviço da Democracia. Vai haver um apuramento de responsabilidades e o responsável vai ser deslocado para um cargo mais adequado às suas competências?

- O jornalista diz que "Cavaco tentou vender Portugal como o país das maravilhas: tem sol, tem mulheres bonitas (diz o presidente), tem cavalos e também tem aviões". Ouvi o discurso de Cavaco Silva duas vezes, e considero que aquela síntese é uma manipulação vergonhosa das palavras do presidente. O sol, as mulheres (ou paisagens, como se ouve no filme da presidência) bonitas e os cavalos são um comentário final, quase à margem do discurso. Já a referência à privatização da TAP vem na sua parte central, e insere-se na lógica da missão que o levou àquela região: atrair investimento para Portugal. Podemos concordar ou não com a oferta da TAP a este grupo de empresários - mas isso não altera nada ao facto de que a síntese feita pelo jornalista é desonesta. 
Seja por incompetência ou por má-fé, um erro destes tem de ter consequências.  
Vai ter consequências?


4 comentários:

Cristina Torrão disse...

Inacreditável!
Portugal é um "farwest" no que respeita à imprensa. Sem rei nem roque!
Ainda bem que me abstive de fazer comentários, como costumo fazer, quando não conheço o discurso original nem tenho pachorra de o ir procurar.
A Helena fê-lo e fez muito bem! Pela verdade, sempre!

jotaxis disse...

O que digo sempre é: se eu cometer um erro desses ficaria sem emprego. Esse jornalista continuará a acompanhar o presidente em próximas viagens. É uma versão resumida...

InfoCeará disse...

agradeço que me informem aonde vem publicado o desmentido ou pedido de desculpas da SIC pois nada encontro de garantido nem na sic.pt nem na página da Presidência da republica?
Obrigado
jorgecdealmeida@gmail.com

Helena disse...

Jorge,
encontrei um vídeo no facebook:
https://www.facebook.com/video.php?v=10204196393323261&set=vb.1029747115&type=2&theater