26 novembro 2014

Luís, já fui feliz aqui!

Caro Luís Novaes Tito,

lembra-se deste episódio?
Eu lembro-me bem. Deste (que vai copiado, aí em baixo), e de quando andei a combinar com o António Pais uma entrega de presuntos na sua casa, com votos sinceros de feliz Natal para o digníssimo júri - entre outros momentos igualmente divertidos.

No Lidl já há biscoitos de Natal. Sinal de que é preciso começar a pensar no futuro: será que a Barbearia vai reeditar este concurso? Vá, diga que sim! Para voltarmos todos aonde já fomos felizes.

E se lhe falta tema, tomo a liberdade de propor "a palha da manjedoura" - uma singela homenagem à comunicação social portuguesa nos tempos que correm.

Então: temos concurso?

Beijinhos,

Helena






Concurso de Natal 2011 – Helena Araújo26ª concorrente admitida

Helena Araújo do Blog 2 Dedos de Conversa é veterana destes concursos e, por tradição, é a impulsionadora da agitação que à sua margem se desenvolve.

Diz-nos que "Se não têm pão, dá-se um jeito para que um camelo do Azerbaijão leve a Portugal bolas de Berlim.
Tenho a certeza que com esta prova de tanta solidariedade internacional nem vale a pena às outras pessoas concorrerem ao concurso camelos de presépio. Já está no papo.
"

Já antes, quando ainda queria vir a concurso sem imagens explícitas, tinha dito: 
"Allah hat 99 verschiedene Namen, die wir Menschen kennen. Keiner von uns kennt jedoch alle Namen. Als der Prophet Mohammed die Namen Allahs verkündete, beugte er sich am Ende vor und flüsterte den 100. Namen in das Ohr des Kamels. Seitdem ist es das einzige Tier auf Erden, das alle 100 Namen Allahs kennt. Und deswegen hat es auch so einen langen Hals und reckt den Kopf so hochmütig nach oben." (*)
Ao avançar com a provocação de servir os seus camelos montados por bolas de Berlim com recheio amargo, não deixa espaço para que se pense que daquelas paragens podem vir mais do que receitas agridoces. Bate-se, como sempre, por um primeiro lugar (esta coisa da supremacia germânica, pega-se) mas o júri habituado às deliciosas bolas com creme que continua a comer quando está de papo para o ar à beira-mar, apesar da ASAE, não se deixa impressionar.


(*) Tradução:
Alá tem 99 nomes conhecidos pelos humanos. Mas nenhum de nós os conhece todos. Quando o profeta Maomé anunciou os nomes de Alá, inclinou-se para um camelo e segredou-lhe o centésimo ao ouvido. Desde então, o camelo é o único animal no mundo que conhece os cem nomes de Alá. E por isso tem um pescoço tão alto e levanta orgulhosamente a cabeça.
"


3 comentários:

Luis Novaes Tito disse...

Olá Helena. A recuperação da facada que levei nas costas ainda não me permite muito tempo sentado ao computador. Isto vai lá, mas vai devagar. Por isso este ano não me parece que se possa fazer o concurso. De qualquer forma haverá uma resposta no meu Blog, oficiosa e sem segredo de justiça, ao desafio que me lançou. A ideia do concurso ser sobre as palhas do presépio é excelente. É com palha que se alimenta muito do que anda por aí e também é com ela que se misturam os resíduos das cavalariças para se estrumarem os campos de batatas.
Bjs

Helena disse...

Ó Luís, então ainda não está como novo?
Isso é que não devia ser.

Esperaremos então por outros Natais.
Temas é que não hão-de faltar. E a própria palha, infelizmente e para mal do nosso próprio país, também não...

Boas melhoras!

António P. disse...

Boa noite Helena e Luís,
Para a Helena: ainda bem que desafiou o Luís.
Para o Luís: espero pela nota oficiosa esperando que ela traga boas novas.
Quanto ao presunto: podem cá vir a casa comê-lo.
Abraços e beijos