26 setembro 2014

quem não tem cão, caça com outro cão

Na Filarmonia de Berlim anda agora um ciclo Brahms + Schumann: as primeiras sinfonias dos dois, as segundas, etc.
E eu a vê-las passar, aqui em Lisboa e trabalhando de sol a sol. De sol a lua, melhor dizendo, que é o que acontece a quem se mete a trabalhar com portugueses.



Adiante. Quem não tem cão, descobre outro cão igualmente bom para tratar de ser feliz.
Consegui alforria temporária da senzala para ir amanhã  ao concerto do Artur Pizarro na Gulbenkian. Caso algum dos amigos que por aqui passa vá também, sugiro que a seguir vamos beber uma cervejinha espontânea juntos.
Alguém quer?


4 comentários:

Ant.º das Neves Castanho disse...

Tendo andado muito ocupados a preparar isto, respondo com outra sugestão, para ESTA NOITE:

https://www.facebook.com/#!/71159222361/photos/a.87873272361.84520.71159222361/10152420445287362/?type=1&theater

Queres aparecer?

Helena disse...

ooooh, que pena!
Hoje não posso sair da sanzala. :(

Mas dias melhores virão, e ainda havemos de combinar um cafezinho, ou assim, para pormos a conversa em dia!

Ant.º das Neves Castanho disse...


Ok, quando quiseres!

Até lá, bom trabalho...

Helena disse...

Vamos combinar isso ali atrás, sem os outros a ver, que ainda podem ficar ougados... :)
E desejo-vos boa cantoria, hoje à noite!