24 setembro 2014

ínclita geração

Um sobrinho meu ganhou ontem o primeiro prémio para matemática do  European Union Contest for Young Scientists. Às vezes olho para a minha família e suspeito que é uma espécie de ínclita geração. (Eu sou o D. Fernando, o que ficou retido no estrangeiro)




2 comentários:

jj.amarante disse...

A infanta santa? Ora, ora...

Helena disse...

hehehe
O D. Fernando sempre me pareceu um pouco estranho - só brilhou porque desapareceu.