20 janeiro 2014

dez anos



Em Agosto do ano passado, um dos amigos que estiveram na origem deste blogue enviou a mensagem que se segue. Os outros co-fundadores também já tinham falado disto. Eu ia protelando - afinal de contas não é qualquer blogue que tem as tarefas divididas pelos seus membros: um escreve e três lêem - mas decidi que o 20 de Janeiro de 2014, dez anos depois do primeiro post, seria um bom dia para esta mudança simbólica. Os nomes desaparecem da coluna da direita, mas os amigos permanecem: estão na minha história há mais de trinta anos, sei-os nas camadas sedimentares do chão que sou. Às vezes até se mostram nas entrelinhas do que escrevo (acontece nos dias de maior inspiração).

Dez anos. Devo gostar mesmo muito de andar por aqui, porque passaram num instante.
Obrigada a todos.



Dois dedos de conversa - os nomes e a coisa

Há um ror de anos, achava que muitas das tuas prosas mereciam não ficarem confinadas às caixas de correio eletrónico de um, de dois ou de alguns poucos amigos. Então, o meu mérito foi o de ter sugerido, e nem foi necessária muita insistência, que passasses para um registo mais público, pelo menos mais partilhado. Com as artes da Céu e a adesão do Manuel António, nasceu o teu blogue.

Entendeste por bem pousar os nossos nomes no canto superior direito, como “autores”, mais na esperança da nossa participação do que no reconhecimento pelo impulso inicial, e lá têm passado os anos, muito quietinhos.

Pois acho que já é bem tempo de retirares o meu nome com carinho e de o pores na arca. O seu a sua dona.

Tu continuarás a brincar com a vida que se leva a sério, cenas do quotidiano transfigurado, eruditas críticas de música, livros de viagem generosamente ilustrados (quem esquece a foto/pintura impressionista da ponte?!), apontamentos de cinema, quase tudo o que precisa de saber sobre Kaminer, polémicas de blogues, as relações Alemanha-Portugal-Europa… até capítulos da arte de bem educar um rafeiro português de nome inglês a viver em Berlim…

Eu continuarei a fazer o que sempre fiz: tentar acompanhar o teu ritmo, o que nem sempre é fácil, sorrir, comover-me, admirar, matutar, dizer a um ou outro para darem uma espreitadela, comentar. Sempre com muito gosto.


José Maria

***

Nota final: só para gozar este meu novo poder totalitário, apaguei da mensagem do José Maria uma pequena provocação que dizia respeito à Alemanha. Hehehehe. Mas para não ser tudo mau, acrescentei a fotografia que ele refere. 


24 comentários:

Maria de Jesus Lourinho disse...

Já tinha estranhado tantos autores num só, mas pensei que tinha acontecido o que parece que nem aconteceu :))
Parabéns Helena. Gosto da sua companhia.

Helena disse...

Obrigada, Maria de Jesus Lourinho.
Nem sempre vamos à missa uma da outra, mas gosto muito desta simpatia, alheia às diferenças. :)
Tempos houve em que estes autores escreviam aqui, e escreviam muito bem. Belos tempos.

Interessada disse...

Um bom dia para agradecer, não só essa fotografia fantástica que oportunamente divulguei, mas a busca constante de racionalidade com emoção, e humor. Nem sempre de acordo, obviamente, mas muito grata. Ben haja, Helena.

Helena disse...

Eu é que agradeço, Interessada!

Paulo disse...

Já dez aninhos? Parabéns. Venho cá há praí uns sete.

(Sempre me fez espécie a lista de autores que afinal só liam.)

Helena disse...

Obrigada, Paulo.
Vá lá, que ao menos tu ficas contente com a mudança. Eu estou a sentir-me um bocadinho tristonha - mas passa já.

Paulo disse...

Não fico contente, o que é isso? Apenas não percebia.

Helena disse...

Ah, OK. Que pena - se ficasses contente, custava-me menos... ;-)

(Bom, já estou a dramatizar. É apenas simbólico, e de facto já nem me lembro há quantos anos é que um daqueles três escreveu aqui alguma coisa. Acho que já se esqueceram da senha e tudo.)

Gi disse...

Eu também sempre achei estranho um blogue colectivo em que praticamente nunca se viam os outros autores. Parece-me que assim fica mais correcto. Amizade é amizade e blogue é blogue :-) Daqui vai um pensamento caloroso para eles (que não conheço) e para ti.

Cristina Gomes da Silva disse...

Depois da carta do teu amigo há muito pouco a dizer. Venham mais dez, sim? Beijinhos de cá

Cristina Gomes da Silva disse...

Ah, e quanto à presença dos outros nomes, sempre achei que tinhas ali uma guarda de anjos atentos ao que escrevias. Mas assim fica muito bem

Helena disse...

É verdade que já várias pessoas estranharam isso.
O blogue começou com os quatro a escrever. Depois os posts foram ficado cada vez mais espaçados...
Bom. Não muda nada, e fica aquela coluna a condizer melhor com a realidade actual deste blogue.

Helena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Helena disse...

Cristina, "uma guarda de anojs atentos ao que escrevo" - tão bonito!
:)

mdsol disse...

Parabéns e muito obrigada, Helena. Gosto muito do teu blog. Faz-me bem.

Beijinhos

:)

[Engraçado, nunca me fez confusão ver mais nomes ali ao lado. Imaginava exactamente o que a dizes que se passou. E qual seria a pressa, não é?]

Helena disse...

Obrigada, mdsol.
Também me faz bem saber-te aí desse lado. :)

snowgaze disse...

aimedes, já passaram dez anos!!! Obrigada, e parabéns. :)
Essa foto é linda. :)

maria disse...

10 anos, estamos velhas, caramba! :)

gira a carta do teu amigo e uma bela forma de comemorar o aniversário.

a blogosfera não seria a mesma sem ti, Helena. Continua que a gente gosta! :)

lb disse...

Parabéns pelos 10 anos! Invejo e admiro a tua persistência! Continua!

Helena disse...

Amigos: obrigada!
Nem sei que vos diga mais.
:)

Carlos Azevedo disse...

Xiiiiiii... Tantos anos! :-)
É bom ter-te desse lado, Helena, mesmo quando nos pegamos a propósito do papel da Alemanha na UE.
Um abraço.

Helena disse...

hehehe
Depois do que o Helmut Schmidt disse há dias, na sua festa de 95º aniversário, às tantas vou ter de ser mais moderada nas nossas pegas... ;-)
É bom ter-te desse lado! Obrigada por estares aí.

Sofia Borges disse...

Olá Helena!
Parabéns pelos 10 anos de Blog que leio desde 2009, ano em que vim morar para Alemanha. Beijinhos e até breve

Helena disse...

Olá Sofia, obrigada!
Está tudo bem? Beijinhos.