26 setembro 2013

polca do metro de Tóquio

Os 128 músicos da Filarmónica de Berlim estão combinados em mais de 30 grupos de música de câmara - quartetos, sextetos, octetos de cordas, os 12 violoncelistas, os trompistas da Filarmonia, o grupo de música barroca, o de percussão, combinações quase aleatórias de instrumentos - um sem-fim de possibilidades, todos de excepcional qualidade. A orquestra "Philharmonische Stradivari-Solisten Berlin" faz-me sonhar: música com os instrumentos feitos pelo Stradivarius. E o grupo Lachmusik faz-me rir:





Outra versão para esta "polca do metro de Tóquio", desta vez com os trompistas da Filarmonia:



(Como não adorar esta cidade?)




4 comentários:

Paulo disse...

Como não? :) O Stefan Dohr adora, decerto. E acredito que o próprio Mozart se divertiria muito com a Sonata Frágil.

snowgaze disse...

muito fixe :) obrigada

Helena disse...

:)

(o Mozart, aposto que seria um entusiástico membro do grupo Lachmusik)

snowgaze disse...

Se souberes que vêm a Munique, avisa. :)
Estive a ver a página deles mas parece que não têm nenhum concerto planeado (em lado nenhum).