11 agosto 2013

domingo, verão, bay area

Diz que Mark Twain disse que o pior inverno que passou foi um verão em San Francisco.
No primeiro postal para a Alemanha, escrito em Julho, a Christina resumia assim a vida nessa cidade: "saio todos os dias para a escola com o meu casaco de inverno".
Nos domingos de Agosto saíamos de San Francisco em busca do verão. A highway number one (Monterey, ou mesmo Point Sur) só ia até à primavera. Para encontrar o calor, era melhor descer pela baía. Umas poucas milhas bastavam. Improvisávamos um barbecue em Coyote Point, falávamos com os surfistas sobre o vento (que outro assunto podiam ter?), celebrávamos o céu azul e o calor.
Ao fim da tarde regressávamos à cidade, e era sempre o mesmo espectáculo: nuvens densas e perfeitamente recortadas, um enorme cobertor sobre a cidade.
Eu imaginava-me com uma tesoura gigante a cortar o nevoeiro.


3 comentários:

Luna disse...

Tenho fotos em t-shirt em Monterey (onde nasci) em Fevereiro, e de casaco de inverno em Julho em SF.

Helena disse...

:)
E também te acontecia de passar a vida a vestir e a tirar o casaco em San Francisco? Assim: ir pela rua adiante, tirar o casaco. Chegar ao cruzamento, vestir o casaco. Continuar pela rua adiante, tirar o casaco. Chegar ao cruzamento seguinte, vestir o casaco. Etc.

E por falar em microclimas: uma amiga minha tinha os filhos em escolas diferentes. Um ia vestido de inverno e o outro ia vestido de verão.

Luna disse...

Sim e estar um calor de morrer e estar de manga cava, e de repente começar a ver umas nuvens ao fundo e ficar "inverno" em 5 minutos.