16 fevereiro 2012

e os milagres continuam...

Quando todos me diziam que o Tabu estava esgotadíssimo, arranjei seis bilhetes para domingo - e só tive de esperar três minutos na bilheteira, nem me deu tempo de ver o número do filme que ia comprar, até fiz figura de pateta a dizer à senhora o nome e a data do filme em vez de palrar disciplinadamente "4321, zwei Karten, bitte". Por essa altura estavam a enviar-me um convite para um encontro com toda a equipa do filme, amanhã à noite (para quem mora em Berlim: apareçam!). Mas acabei de saber que não vou poder ir, porque pouco depois me telefonaram a oferecer um bilhete para ir ver o Jonas Kaufmann à mesma hora, na filarmonia do costume. Há meses comprei lá um bilhete por encomenda, para um amigo, e hesitei imenso entre gastar aquela fortuna para mim, ou não gastar aquela fortuna para mim. Optei pelo evidente, porque a troikatalicoisa, e eis que agora um bilhete gratuito vem ao meu encontro. Tenho mesmo de ir ver como estavam as estrelas à hora a que eu nasci, porque isto não é normal.   

11 comentários:

Anónimo disse...

A menina é umaespécie de íman a atraír 'cenas' bonitas
Rês

cjs disse...

Nunca ouviste dizer "cá se fazem, cá se pagam"? Só tens aquilo que mereces! :-)

Gi disse...

Que maravilha! Se houver direito a autógrafos, peçam um para mim, valeu? :-)

Helena disse...

:-)
Outros dizem que tenho um anjo atrelado a mim. Eu só sei que nada sei, mas tenho uma sorte incrível.

Helena disse...

O comentário anterior era para o Rês.

Gi,
anotado!

"Simpático cjs" ;-)
olha que não me lembro de fazer assim tanto tão bem! Isto é mais do que mereço, seguramente. Mas não me estou a queixar, claro, claro.

Lucy disse...

eu concordo com cjs

felizardo cjs disse...

Não te lembras? Queres um exemplo?
Só entre o dia 14 e o dia 19 eu tenho o previlégio de ir - na tua companhia - ver duas vezes o Simon Rattle à Filarmonia, o Tabu à Berlinale e ainda ir à after-party da estreia do mesmo filme, tudo sem dispender um minuto que seja em bilheteiras e ainda com boleias pelo meio. Quanto tempo tens passado tu em bilheteiras (quando às vezes ainda estou eu a dormir)?
Melhor que isto só quando começares também a oferecer os bilhetes!

Ah, e no sábado passado foste ver o Brad e eu a Angelina... tudo banalidades.

mdsol disse...

:)))

Helena disse...

felizardo cjs,
olha que isso de ainda por cima oferecer os bilhetes é mesmo só para o estádio superior da amizade. Ainda não cheguei aí...
;-)

Isso que tenho feito não é nada. Ando a tratar da minha vidinha, e de caminho faço um jeito aos outros, já que não me custa nada.

(Em compensação, nunca fui visitar um prisioneiro, nem fiz trabalho de voluntariado para os sem-abrigo, nem nada dessas coisas que me obrigam a sair da minha zona de conforto)

Paulo disse...

Oh Gi! Afinal, graças ao Tabu, já me livrei da intentona missionária da Helena. Já não vai haver missa no Domingo.

Helena disse...

Paulo, tu hades voltar cá quando não houver Berlinale, vais ver a romaria de missinhas que te obrigarei a fazer!
;-)