03 dezembro 2011

Ku'damm, às cinco da tarde





Sim: às cinco da tarde já é noite. Sim: está um frio de rachar.
Mas: centenas de plátanos iluminados no Ku'damm ajudam - e de que maneira - a atravessar Dezembro com uma espécie de alvoroço leve.

4 comentários:

Gi disse...

Maravilha. Aqui no rectângulo, austeridade o exige, devemos passar um Natal pouco iluminado.

Helena disse...

Gi,
isto é uma maravilha, sim. Mas o Ku'damm é uma avenida emblemática da cidade. Noutras ruas, quase é preciso levarmos nós lanternas de bolso para vermos o caminho. A iluminação das ruas é extremamente escassa. Berlim está falida, completamente falida. Sessenta mil milhões de euros de dívida.
Nestas gracinhas é que não se pode poupar: afinal de contas, são 10 milhões de visitantes por ano. É preciso oferecer-lhes alguma animação nas ruas escuríssimas já às cinco da tarde.

SofiAlgarvia disse...

Estou impressionada a olhar para essa avenida, que me está a fazer umas saudades enormes das iluminações de outros anos na nossa avenida da Liberdade...
Como disse o Gi... o rectângulo está este ano pouco iluminado!
:(

Helena disse...

sofia,
é a Gi.
Como disse atrás: este mês devem passar por Berlim mais de um milhão de turistas, e é preciso oferecer-lhes alguma animação. Nas ruas do povo, quase nem candeeiros há, quanto mais iluminação de natal.
Mesmo sendo estranho não ter as ruas com a iluminação festiva, parece-me que mais estranho seria haver dinheiro para isso quando se cortou 30% aos vencimentos dos funcionários públicos. Mesmo em famílias com 5 e 6 filhos.
E estou - mesquinhamente! - à espera da mensagem de natal do presidente da república. Quero ver quanto dinheiro se vai permitir desperdiçar com a decoração de natal.