14 novembro 2011

para começar a segunda-feira devagarinho

A Concha Buika, maravilhosa:



Si me mientes susurrando a fuego lento
Justo aquí bien pegadita a mi boca
No sabré si golpearte con mis pechos
O si dejarme arrastrar noche abajo de nuevo
hacia otra madrugada bohemia,


Reconozco que me enloquecen tus carnes
Reconoce que te enamoran las mías,
Así que si me mientes casi dentro de mi boca
Te regalo el resto de mis días,

Y es que hay mentiras que sientan tan bien
Que parecen verdades ocultas
Con secretos que endulzan la hiel
De las noches más tremendas y más oscuras

Así que si me mientes
Miénteme bien.
Porque hoy quiero engañarme de nuevo,
Ya no reino en esas noches orgullosas
En las que acabo amaneciendo triste y sola.


(roubado a um amigo, no facebook - um daqueles amigos que dá sempre boa música no facebook, e também na vida real, e se digo mais uma palavrinha encho-me de saudades dos dias que me dão em Portugal, por isso calateboca, e ao trabalho!)

6 comentários:

sem-se-ver disse...

mt bom.

vou roubar.

uma boa semana para ti, também :)

Helena disse...

Obrigada, obrigada!

Nesta música é tudo perfeito, não achas? Excepto ser segunda-feira de manhã.

;-)

Paulo disse...

(Like)

Lembro-me sempre daquele concerto no pátio do CCB.

Helena disse...

Foi muito giro, sim. E depois as cervejinhas bebidas junto ao rio?
E o piquenique no dia seguinte?

Eh, pá, já temos tantas recordações de momentos felizes!

Carlos Azevedo disse...

Descobri esta cantora através de uma entrevista publicada no El País aquando do lançamento do seu primeiro disco, em 2006 (escrevi algo aqui).
Foi paixão à primeira vista! :-)

Helena disse...

Eu, deve ter sido pela mesma altura, um amigo americano que a ouviu na radio e contou. Foi paixão à primeira ouvida... ;-)