15 agosto 2011

13.08.1961 - 13.08.2011 (16)


Esta placa, que encontrei numa rua perto da antiga fronteira, levanta-me uma questão: será que vão espalhar pelos passeios placas a assinalar cada uma das vítimas do muro? Não encontrei ainda uma resposta, mas mais uma vez se confirma que as ruas de Berlim estão literalmente pejadas de História.

Na placa lê-se que Horst Walter K. tentou fugir a 13.9.1966 e foi feito prisioneiro.

7 comentários:

a mesa de luz disse...

pejadas de mortos... (a gostar de ler!) beijinho

Helena disse...

Pois é, pejadas de mortos. Placas que lembram as vítimas do muro, as vítimas do Holocausto...
Mas estas placas, descobri-o agora mesmo, assinalam também fugas que foram bem sucedidas.

Leonor disse...

Há que estar atento a tudo em Berlim. Também encontrei dessas, mas as que acho mais originais e mais tocantes são os 'Stolpernsteine'. Apanham-nos desprevenidos e são um murro no estômago.

Helena disse...

São um murro no estômago, sim. É impressionante como aquelas poucas linhas nos contam histórias tão completas e dolorosas, e vão connosco pelo resto do caminho.

Leonor disse...

O engraçado é que lá para Neukölln encontrei umas e mostrei-as a outras pessoas que estavam comigo no seminário do Goethe-Institut e elas ficaram meio indiferentes. Fiquei desiludido.

Helena disse...

É chato quando as pessoas não se entusiasmam como nós, não é?
É das coisas que me custam mais a engolir.
Mas eu aprendo. Lembro-me daquela expressão alemã "não se pode obrigar os outros a ser felizes" e aprendo.

Leonor disse...

É mesmo, Helena.